quarta-feira, fevereiro 27, 2013

Bento XVI se despede de cardeais e promete obediência ao novo papa

Bento XVI se despede


"Que o Colégio dos Cardeais seja como uma orquestra", afirmou o Papa após ressaltar que a diversidade deve conduzir à harmonia, em referência à eleição de seu sucessor.Bento XVI fez na manhã desta quinta-feira um de seus últimos pronunciamentos ainda como papa. Em encontro com cardeais no Vaticano, ele afirmou que permanecerá os próximos dias em oração para que todos estejam próximos do Espírito Santo na escolha do novo papa e prometeu obediência ao religioso que sucedê-lo: "Continuarei próximo a vocês em orações, especialmente nos próximos dias... quando vão eleger o próximo papa a quem hoje eu declaro minha reverência e obediência incondicionais", afirmou Bento XVI.
Bento XVI também agradeceu o apoio dos cardeais nos oito anos de Pontificado: "Para mim também foi uma alegria estar convosco estes oito anos na luz da presença do Senhor Santificado", disse o religioso.
Antes do pronunciamento do Papa, os cardeais reunidos na Sala Clementina o receberam com um forte aplauso, seguido das palavras ditas pelo decano do Colégio Cardinalício, Angelo Sodano. Em discurso de agradecimento, ele destacou o exemplo dado por Bento XVI em seu Pontificado e pediu que Deus o recompense.
Ainda hoje, Bento XVI locomove-se até o heliporto da Santa Sé e deixa o Vaticano em direação à residência papal de Castelgandolfo, 30 km ao sul de Roma, onde irá isolar-se durante o período do Conclave.
Às cinco da tarde os sinos de Roma anunciarão, todos ao mesmo tempo, que Bento XVI está abandonando o Vaticano. Às 19h GMT (16h de Brasília) sua renúncia se tornará efetiva.