segunda-feira, fevereiro 18, 2013

Eduardo anunciará até janeiro de 2014 se é candidato a presidente

Governador Eduardo Campos
Foto: Hélia Scheppa/JC Imagem
Apesar de negar publicamente que será candidato a presidente em 2014, o governador Eduardo Campos (PSB) sinaliza que tem interesse de disputar a sucessão da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele fez o partido crescer nas eleições de 2012 (e exaltou inúmeras vezes este crescimento), passou a fazer críticas ao governo petista e a trabalhar seu nome nacionalmente. Agora, em entrevista à edição desta semana da revista Isto É, o socialista afirmou que até janeiro de 2014 dirá se é ou não presidenciável.
"Este ano é estratégico para tudo o que o Brasil acumulou nas últimas décadas em termos de democracia, estabilidade econômica e social. [...] Vou avaliar se há ou não condições para uma candidatura. Antes disso, precisamos continuar ajudando a presidenta Dilma", afirmou Eduardo à publicação. "Existirá candidatura se houver espaço político. Não podemos deixar que a torcida comande o time", completou.

Enquanto janeiro não chega, Eduardo programa para este semestre um roteiro intenso de compromissos pelo País, como palestras para empresários, recebimento de homenagens e ações partidárias. Todos colocados como eventos oficiais, mas que ajudarão a consolidar a imagem dele como gestor.
Leia a reportagem aqui.
Escrito Por: Jamildo Melo