segunda-feira, março 04, 2013

Ex-policial de Surubim é assassinado em Recife

Ainda não se sabe o motivo ou quem matou o cabo da Polícia Militar Joselito Pereira da Silva, 49 anos. O policial, lotado no 16º Batalhão de Polícia Militar (BPM), foi assassinado no início da tarde do último sábado, na avenida Porto Seguro, na UR-7, no bairro da Várzea, localizado na Zona Oeste do Recife. Joselito Pereira estava na Capital há apenas dois meses. Antes ele trabalhava na cidade de Surubim, no Agreste de Pernambuco. O corpo foi sepultado, na tarde de ontem, no Cemitério da Várzea. Até o fechamento desta edição, nenhum suspeito havia sido preso.

De acordo com o delegado Josedite Ferreira, da Força-Tarefa do Departamento de Homicídios e de Proteção a Pessoa (DHPP), Joselito estava na Várzea para visitar a filha, quando parou na rua para comprar um refrigerante. “Ele desceu do seu carro, cumprimentou algumas pessoas que estavam na rua e ao se dirigir para o estabelecimento foi alvejado, sem tempo de reagir. Ainda pelo o que foi apurado, antes do crime, passou uma pessoa numa moto, depois outro motoqueiro, que se aproximou e realizou a execução. Estamos investigando para saber se o primeiro veículo foi para se certificar de que o PM estava naquele local”, contou.

A vítima foi alvejada com cinco tiros, três deles na região do pescoço. Segundo Josedite Ferreira, a família de Joselito foi ao local do crime, mas não quis dar muitas informações, muito menos onde o policial estava residindo no Recife. “Ainda é cedo para apontar a motivação, mas todas as vertentes serão investigadas, inclusive execução e vingança”.  A polícia já possui o nome de algumas testemunhas que serão chamadas para depor. As investigações serão realizadas pela equipe de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI) da Várzea. Na manhã de ontem, alguns parentes estavam no Instituto Médico Legal (IML) do Recife para liberar o corpo, mas bastantes abalados não quiseram falar com a Imprensa.


Folha de Pernambuco