sexta-feira, abril 05, 2013

Casinhas ficará sem vice-prefeito até próximo mandato

Rosineide (ao lado de Danilo Cabral) disse estar chocada com o assassinato do vice-prefeito


Em virtude ao assassinato do vice-prefeito do município de Casinhas, Agreste pernambucano, Vital Pedro de Andrade (PSD), conhecido como "Índio" à cidade ficará sem vice-prefeito até o próximo pleito. O político foi morto por um tiro de espingarda, no último sábado (30), na zona rural do município.
Devido o acontecimento, a prefeita da cidade, Rosineide Barbosa (PSDB), decretou luto oficial de três dias. A tucana, ainda muito abalada, descarta que a violência tinha sido por motivos políticos. “Questões políticas acredito que não, porque minha equipe e a equipe do ex-prefeito não tem nenhum problema político. Esse fundamento está totalmente descartado, nosso grupo formou-se em um único grupo onde nossa equipe foi indicada pelo prefeito anterior e não tínhamos divergências”, opina Barbosa.
A gestora da cidade afirmou que está acompanhando as investigações, mas até o momento ainda não se sabe o motivo do assassinato. “As autoridades estão trabalhando para desvendar o caso e as investigações estão prosseguindo dentro do que eles podem fazer. Estamos chocados! É uma situação difícil de entender. A nossa população estar chocada por esse fato ter ocorrido em nosso município e não temos nenhuma informação mais precisava”, expôs.
Com a morte de Vital Pedro, o cargo de vice-prefeito fica vago até um novo pleito daqui há quatro anos. No caso de alguma eventualidade em que a prefeita tenha que se ausentar, quem assume a gestão temporariamente é o presidente da Câmara de Vereadores, vereador José Edilson (PR).
Escrito por  Élida Maria