quarta-feira, abril 17, 2013

Silas Malafaia é só elogios a Eduardo Campos



Apesar de dizer que não fechou apoio à possível candidatura do governador Eduardo Campos (PSB) a presidente, o pastor Silas Malafaia dá todos os indícios de que estará com o socialista em 2014. Ontem, o religioso afirmou que "Eduardo pode fazer mais do que já foi feito pelo Brasil", em uma frase que lembra uma declaração feita pelo governador em inserção partidária na televisão - “é possível fazer mais e melhor”. Ao mesmo tempo, criticou o PT, o PSDB e defendeu a alternância de poderes.
Por intermédio do presidente estadual do PSC, o ex-prefeito do Cabo Lula Cabral, Silas esteve com Eduardo na semana passada, no Rio, e se mostrou vislumbrado com a conversa. "Quando alguém quer se candidatar a alguma coisa vem como Jesus Cristo, diz que está tudo ferrado e eu vou dar uma solução. Mas Eduardo não veio dizer que nada presta. Ele me mostrou o lado bom e os problemas do governo (Dilma)", destacou, em entrevista à Rádio JC/CBN Recife.
Presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, o pastor esteve em Pernambuco para inaugurar a oitava unidade do seu templo no Estado, em Escada, Mata Sul. De acordo com ele, 50 mil pessoas seguem a Assembleia, das quais 10 mil estão em terras pernambucanas.
O líder religioso apoiou o ex-presidente Lula (PT) em 2002. Em 2010, pediu votos para José Serra (PSDB). "Não tenho ideologias partidárias, eu voto na pessoa. Alternância de poder é fundamental. Tem gente que depois de um tempo no poder quer patrulhar ideologias", observou.
O afastamento do PT deveu-se a questões ideológicas. “Eu vi que as bandeiras que eles têm são contra meus princípios”, explicou, citando a defesa de militantes petistas do direito dos homossexuais.
Silas ainda avaliou que o PSDB "não fez um bom trabalho” como oposição. "Eduardo está muito mais preparado do que Dilma e o Aécio".

Escrito por Gabiela López