13 de maio de 2013

Torcida do Santa Cruz toma as ruas de Surubim...


Logo após o jogo Santa Cruz X Sport, o qual resultou na vitoria do tricolor, a torcida do Santa Cruz tomou as ruas de Surubim para comemorar o título da cobra coral.
Inúmeros carros tomaram toda extensão da avenida são sebastião e o pátio da usina foi usado como uma espécie de concentração. 

Veja como foi o jogo de acordo com a matéria da Folha de Pernambuco:

A Ilha do Retiro novamente foi palco de festa da torcida coral e Pernambuco veste vermelho, preto e branco pelo terceiro ano consecutivo. O histórico tricampeonato não poderia vir de forma mais sofrida. Com um jogador a menos durante todo o segundo tempo, o Santa Cruz foi valente. Segurou o resultado conquistado na primeira etapa e ainda aumentou a vantagem nos últimos minutos. Mesmo com os golaços de Caça-rato, que foi expulso, e Sandro Manoel, o goleiro Tiago Cardoso mais uma vez foi o protagonista da decisão.
    Um golaço de Flávio Caça-rato, cinco defesas milagrosas de Tiago Cardoso e a totalmente inesperada - e infantil - expulsão do autor do gol tricolor. Esse foi o saldo do primeiro tempo da partida, que terminou com o Santa Cruz na vantagem. Nos primeiros minutos de jogo, o Sport parecia nervoso. Errando muitos passes, não conseguia se organizar em campo. Já o time coral, imprimia uma forte marcação e não dava espaço.
    Santa Cruz vence o Sport e conquista tricampeonato. Foto: Hesíodo Góes
    Com o passar do tempo, o Leão foi ficando mais à vontade em campo. Chegou duas vezes com perigo no ataque, com Lucas Lima e Marcos Aurélio. No entanto, a postura da zaga rubro-negra, que ficava quase sempre no "mano a mano" com os atacantes tricolores, deixava o time exposto. Assim, o Santa Cruz conseguiu abrir o placar, aos 25 minutos, num golaço de Caça-rato. Depois de uma bela enfiada de Raul, o camisa 7 arrancou com velocidade, driblou o goleiro Magrão e mandou para o fundo das redes com estilo.
    O gol abalou a torcida rubro-negra, que parecia não acreditar no que via, mas não o time leonino. Foi logo após ficar atrás no placar que os donos da casa conseguiram encontrar o seu melhor momento na partida. Mas foi aí que Tiago Cardoso entrou em ação. Em pelo menos cinco defesas espetaculares, o camisa 1 relembrou a grande fase de 2011 e segurou o resultado para o Santa Cruz. Além da competência, o goleiro tricolor ainda contou com a sorte, quando viu um chute de Felipe Menezes carimbar caprichosamente a sua trave.
    No último minuto da primeira etapa, o lance mais inusitado da partida. Um dos heróis do jogo, Caça-rato, pôs a mão na bola de forma infantil, tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso pelo árbitro. Com um jogador a menos e a vantagem de jogar pelo empate para ser campeão, o Santa Cruz voltou para o segundo tempo com uma proposta defensiva. Por sua vez, o time rubro-negro foi com tudo para cima. Érico Júnior e Mateus Lima foram acionados.

    Cada um teve uma grande chance de marcar. Já o Santinha investia nos contra-ataques. Se aproveitando dos espaços deixados pelo adversário, quase marcou num chutaço de Dênis Marques, e em outra oportunidade com Renatinho. Faltando cinco minutos para o apito final, o volante Sandro Manoel deu uma de atacante e marcou um golaço, driblando Tobi e batendo com categoria no ângulo de Magrão, para fechar o placar e garantir o tricampeonato tricolor.
    Sport 0
    Magrão; Cicinho (Moacir), Gabriel, Maurício e Reinaldo; Tobi, Rithely, Lucas Lima e Felipe Menezes (Érico Júnior); Felipe Azevedo e Marcos Aurélio. Técnico: Sérgio Guedes
    Santa Cruz 2
    Tiago Cardoso; Everton Sena (Nininho), William Alves, Renan Fonseca e Tiago Costa; Anderson Pedra, Luciano Sorriso, Renatinho (Tozo) e Raul; Flávio Caça-rato e Dênis Marques (Sandro Manoel). Técnico: Marcelo Martelotte
    Local: Ilha do Retiro
    Árbitro: Gilberto Castro Júnior
    Assistentes: Clóvis Amaral e Ricardo Chianca
    Gols: Flávio Caça-rato (aos 25 do 1º T) e Sandro Manoel (aos 40 do 2º T)
    Cartões amarelos: Maurício, Tobi (Sport) e Tiago Costa, Raul e Everton Sena (Santa Cruz)
    Cartões vermelhos: Flávio Caça-rato (Santa Cruz)
    Renda: R$ 552.420,00
    Público: 26.806

    Postagem anterior
    Próxima