14 de março de 2014

Casinhas recebe Médicos Cubanos

Se a primeira impressão é a que fica, como se diz “a cá”, ou melhor, aqui, os médicos cubanos José Julián e Yaneisy Perdigón tiveram uma ótima impressão de Casinhas. Do Brasil, exemplo do que acontece em qualquer país do mundo, sabiam daquilo que nos torna mais conhecidos lá fora: a beleza das nossas praias, do carnaval, o samba e futebol. Mas eles não vieram a turismo, estão aqui para trabalhar nas Unidades de Saúde da Família, pelo programa Mais Médicos. Com eles, o município passa a ter 100% de cobertura médica.
Médicos cubanos, Dr. José Julián e Dra. Yaneisy Perdigón tiveram ótima impressão de Casinhas.

                Acharam a paisagem local parecida com as da Venezuela, onde também atuaram num programa semelhante, de atenção à saúde básica da população. Observaram as casas, as ruas, a paisagem seca e as árvores e acharam tudo muito semelhante. Do Brasil, diferente mesmo, o que observam são crianças andando nas ruas, sozinhas. Acham estranho. Simpáticos, foram recebidos com festa pela população. “é a médica que vai trabalhar aqui? Seja bem vinda doutora, estamos precisando da senhora”, disse a recepcionista do posto de Casinhas, Andréia Rodrigues.
                Além da comunidade do centro, a médica Yaneisy vai prestar atendimento aos moradores de Oratório, Serra do Canto, Sítio Boi, Catolé de Mitonho e da Caiana. Deixou um filho de 11 anos em Cuba, com a família. Veio para “ajudar a promover a saúde, trabalhar a prevenção de doenças, melhorar a qualidade de vida das pessoas. Na Venezuela, o trabalho dos médicos cubanos teve um efeito muito positivo”, afirma.

A médica Yaneisy , recepcionada no posto de Casinhas: ''Seja bem vinda, estamos precisando''.

                O médico José vai atender no posto do Junco, e também as localidades do Diogo e Lagoa de Pedra. Conheceu atentamente o futuro local de trabalho e a escola da comunidade. “Nossa missão é a promoção da saúde, mas as pessoas precisam ser educadas. Saúde e educação caminham juntas”, disse.

Cubanos na escola do Junco: saúde e educação caminham juntas.

                Para a prefeita Rosineide Barbosa (PSDB), a chegada dos médicos cubanos torna-se ainda mais importante, por zerar o déficit de médicos. “Com eles, todo município passa a ter cobertura médica. Agora, toda população tem acesso a médicos, em todos os postos, além dos plantonistas e especialistas que atendem no hospital. O atendimento será ainda melhor, porque estamos reformando e equipando todos os postos para acolher melhor todos os casinhenses ”, comemora.
Com os cubanos, Rosineide comemora 100% de cobertura médica. Dr. José vai trabalhar no posto reformado do Junco.

                A secretária de Saúde, Patrícia Negromonte, prevê os médicos somam muito ao atendimento dos serviços de saúde, oferecidos pelo município. “Eles são especialistas em saúde púbica. Vamos prevenir mais, evitar que a doença aconteça, orientar e acompanhar mais de perto causas de doenças crônicas como a hipertensão e diabetes. É um trabalho muito importante”, destaca. Além das Unidades de Saúde da Família de Casinhas e do Junco, a população conta com atendimento nos postos de Vila Nova, Montado, Serra Verde e Catolé. Cada unidade possui um médico, dentista, enfermeiro, técnico em enfermagem, um auxiliar consultório dentário e recepcionista. 

Médicos com a secretária de saúde, Patricia Negromente: ''especialistas em

Postagem anterior
Próxima