Eduardo Campos leva sufoco de Luciana Gimenez


"Que belos olhos", disse a apresentadora Luciana Gimenez assim que Eduardo Campos entrou no estúdio do programa "Luciana by night", da RedeTV!, para ser entrevistado por quase uma hora. "Herdaste de quem?", perguntou a ex-modelo como se não precisasse ouvir a resposta.

"Parece o Chico, né?", sentenciava enquanto o pré-candidato do PSB à Presidência da República apressava-se para dizer que veio dos avós o azul claro, quase transparente, de seus olhos. Na tela, as fotos de Campos e do cantor e compositor Chico Buarque apareciam lado a lado. O ex-governador de Pernambuco abriu um sorriso sem graça. Era só o primeiro.

Em 2011, a polêmica fez com que Ana Arraes, mãe de Campos, divulgasse carta para afirmar que Eduardo, como chama o ex-governador pernambucano, é seu filho com o escritor Maximiano Campos, já falecido, e que qualquer notícia diferente dessa é "matéria inverídica e caluniosa".

O "Diario Pernambucano", que se autointitula "um site de notícias falsas", publicou naquele ano artigo em que dizia que o compositor carioca havia reconhecido a paternidade de Campos. O texto se espalhou nas redes sociais e muita gente acreditou no boato.

Em entrevista gravada na semana passada e exibida na noite desta terça-feira (24), Campos falou pouco - ou quase - de política. Quando tentou expor suas ideias sobre a alta dos preços e a ameaça da inflação, crítica que faz com frequência à política econômica da presidente Dilma Rousseff, ouviu um desencorajador "estou ficando com depressão" de Luciana Gimenez, sentada à sua frente.

A apresentadora preferiu falar sobre os ataques de tubarão nas praias do Recife, perguntar o signo do ex-governador - "sou de leão, mas obedeço bem" -, e sobre a opinião de Campos sobre o estudo com células tronco. Ele é favorável, pois.

Visivelmente constrangido com a diversidade da pauta, o presidenciável tentava completar suas respostas, quase sempre sem sucesso. Era interrompido a todo momento. Precisou responder até uma piada sobre quantos cocos dava uma certa palmeira. "63", arriscou de pronto. "Palmeira não dá coco", divertiu-se Luciana.

Após 50 minutos de entrevista, a apresentadora avisou: "Vou falar um pouco de política". E perguntou sobre a disponibilidade de Campos em cumprir agendas e atender jornalistas quando está indisposto. "Não tem isso. Tem que tentar ficar bem", explicou o ex-governador. "E se tiver com dor de barriga?", insistiu Luciana. Novo sorriso sem graça.

Participar de programas da TV aberta é uma estratégia da pré-campanha de Eduardo Campos. O ex-governador é pouco conhecido em grande parte do Brasil e aparecer em atrações populares, como o de Luciana Gimenez, na RedeTV!, faz com que ele estabeleça uma relação direta com o telespectador - e eleitor.

A ideia é que o presidenciável consiga falar de suas propostas e se fazer conhecer diante da fatia do eleitorado que assiste a esse tipo de programa. Com Luciana, não foi possível. Mas Campos conseguiu falar um pouco mais de política no programa de Sônia Abrão, da mesma emissora, do qual participou ao vivo na semana passada.

Diante da foto da apresentadora, no entanto, em um jogo proposto pela ex-modelo em que deveria adivinhar o nome de jornalistas que apareciam na tela, Campos não lembrou o nome da apresentadora com quem tinha estado um dia antes. "Sônia Abrão", soprou Luciana em seu ouvido. "Se eu soubesse que iam me testar, não tinha dito que tenho boa memória", afirmou o ex-governador. 

(Link Folha Poder)

Assista a entrevista abaixo:





Segunda parte da entrevista:



A parte mais bizarra da entrevista:

Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Blog iSurubim. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Tecnologia do Blogger.