27 de agosto de 2014

“As mídias alternativas terão espaço no nosso governo”, assegura Paulo Câmara







 A série de entrevistas com os candidatos a Governador promovida pela Associação dos Blogueiros do Estado de Pernambuco (AblogPE) no Centro do Recife, e transmitidas "ao Vivo" pelo youtube, seguiu nesta terça-feira (26/8) com Paulo Câmara (PSB).

Paulo Câmara fez questão de registrar logo no início, o acentuado crescimento de Pernambuco nos últimos anos, estimado em 14%, avaliando que o Brasil cresceu bem menos durante o mesmo período, ficando na marca dos 2%. Ele mencionou que uma de suas metas será cobrar do Governo Federal o início e a conclusão das obras inacabadas, focando sobretudo na transposição do Rio São Francisco para que finalmente minimize o problema de abastecimento d'água da população sertaneja.

Questionado quanto à correlação de forças de seu palanque, na medida em que precisará atender a todos os seus atuais aliados, Paulo prometeu instaurar uma relação de transparência em seu governo, sobretudo contemplando e ouvindo cada um dos 21 partidos da sua coligação, assegurando que vai instaurar um novo modelo de política, evitando o paternalismo e o clientelismo.

Indagado quanto ao tratamento que dispensará na distribuição das verbas publicitárias do Governo do Estado, segundo os blogueiros, até então, monopolizadas pela Rede Globo de Televisão, Paulo Câmara assegurou que as mídias alternativas terão espaço no seu governo, reconhecendo que a blogosfera exerce hoje um papel imprescindível na disseminação da informação para toda a sociedade pernambucana.

Quanto ao seu crescimento vertiginoso na mais recente pesquisa divulgada pelo Ibope no momento que acontecia a entrevista, Paulo Câmara, sem demonstrar surpresa, afirmou que isso já estava previsto em razão da visão proposta pelo guia eleitoral na TV e principalmente após a perda trágica do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, motivos que segundo ele, contribuíram para intensificar a curiosidade do eleitor em saber qual o candidato que Eduardo apoiava para a sua sucessão.


Educação
O candidato espera chegar a 2015 com 40 novas escolas e uma faculdade técnica em pleno funcionamento, ressaltando a falta de mão de obra qualificada que vem sendo um problema gritante em Pernambuco, prometendo que irá reverter este quadro.
Quanto à qualidade do ensino, disse que provocará mudanças no tempo destinado ao ensino público, incentivando dentre outras ações a Escola Integral, onde deverá elevar a educação a um patamar de maior qualidade, abrangendo desde a educação infantil até ao ensino médio. Busca ainda ampliar o Projeto 'Ganhe o Mundo' para atingir diretamente 3000 (três mil) estudantes, além de revisar e melhorar a remuneração salarial dos professores da rede estadual.

FEM Social
Disposto em proporcionar uma maior integração entre as políticas públicas desenvolvidas pelo Governo do Estado e as das prefeituras, o candidato da Frente Popular, Paulo Câmara, instituirá, a partir de 2015, o FEM Social. A ferramenta - inspirada no Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), que destina recursos estaduais às gestões municipais para a realização de obras de infraestrutura – possibilitará que os serviços públicos funcionem com mais qualidade e alcancem um número maior de pernambucanos. A medida será gradativa, com um cronograma de implantação ao longo dos próximos quatro anos.

O FEM Social ajudará as prefeituras a desenvolverem iniciativas em áreas como educação, saúde, segurança, juventude e políticas de gênero, entre outras. O Governo comandará um estudo das demandas existentes nos municípios para poder ofertar parcerias específicas com cada um deles, melhorando, assim, a prestação de serviço local e a qualidade de vida da população beneficiada, resumiu.

Saúde

"Saúde é um desafio diário", sentenciou Paulo. Em tom de preocupação, garantiu que fará projetos inovadores que trarão melhorias à atenção básica, implantando o "Programa Medicamento em Casa", onde deverá viabilizar uma logística de fornecimento doméstico dos medicamentos de rotinas àqueles que por algum motivo não podem se locomover até aos pontos de distribuição. Prometeu também que fará a  construção de 06 novas UPAS especializadas, distribuídas nas cidades do interior, ressaltando que sua meta é chegar a 20 novas unidades, estimulando a contratação de mais 5 mil novos profissionais de Saúde,  sendo que destes, 1.500 novos médicos, permitindo o devido funcionamento destas novas unidades de Saúde que haverá de construir.

Mobilidade

"A mobilidade tem se mostrado como problema constante e perturbador da paz da população", reconhece Paulo. Ele frisou que deverá melhorar a mobilidade desenvolvendo em seu governo projetos de criação de corredores alternativos, a exemplo do Corredor Norte e Sul, seguindo ao longo da rodovia BR 101. "Ações que estimularão o Turismo e o desenvolvimento socioeconômico do litoral Norte de Pernambuco", concluiu.























Postagem anterior
Próxima