segunda-feira, setembro 22, 2014

Surubim recebe grande “arrastão 14” de Armando e João Paulo

Primeira atividade de campanha neste sábado (20), o município de Surubim, na Mata Norte do Estado, parou para receber uma grande caminhada dos candidatos Armando Monteiro (PTB/governador) e João Paulo (PT/senador). Nas ruas, e vestida de azul, a cor da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, a população deu mais uma demonstração de quer Armando para comandar os rumos de Pernambuco e João Paulo no Senado, para lutar por mais recursos para o Estado. O ato que os dois promoveram nesta manhã reuniu mais de 3 mil pessoas no que está ficando conhecido pelo “arrastão 14” nas cidades.

No itinerário, Armando e João Paulo foram bastante festejados pela população. Muitos moradores aproveitaram a passagem da chapa majoritária para sugerir ações para o futuro governo do petebista e expor as carências com que Pernambuco ainda convive. Até mesmo a militância da coligação adversária, que estava na Praça Dídimo Carneiro caiu nas graças de Armando, desejando sorte na caminhada do petebista até o Palácio do Campo das Princesas.

Moradora do bairro da Cohab 2, a idosa Rita Regina de Souza enfatizou que Armando e João Paulo merecem ser eleitos porque têm história e trabalho pelo Estado. “Pernambuco, verdadeiramente, tem que eleger os dois, porque eles estão com Dilma e Lula e podem fazer muito mais”, resumiu. Ciceroneado pelo prefeito de Surubim, Túlio Vieira (PT) e pelo ex-prefeito e primeiro suplente de senador, Flávio Nóbrega (PT), e acompanhado por candidatos proporcionais da coligação e lideranças locais, Armando e João Paulo caminharam quase dois quilômetros pelo centro comercial da cidade, saindo da Avenida Agamenon Magalhães até a Praça Dídimo Carneiro.

Em seu discurso, Armando destacou as ações promovidas pelos governos do ex-presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff em favor do crescimento do Estado. “Em Pernambuco tem que acabar com essa história de que tudo que é de bom foi feito pelo PSB, e de ruim é culpa do governo federal. E o contrário. Lula e Dilma fizeram e fazem muito pelo nosso Estado e não esse governo, que abandona as nossas escolas e não dá a devida atenção à segurança pública, que volta a incomodar o nosso povo”, disse.