26 de novembro de 2014

Mendonça Filho coloca o dedo na cara de Renan e diz que senador é a "vergonha do Congresso"

Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
Conhecido pelo perfil discreto, o deputado federal de Pernambuco e líder do DEM na Câmara Federal, Mendonça Filho (DEM), perdeu o controle. O parlamentar ocupou a tribuna do plenário do Congresso, na manhã desta quarta-feira (26), e, com o dedo em riste, chamou o presidente da Casa, o senador Renan Calheiros (PMDB), de “vergonha” do Congresso Nacional.
A confusão começou quando Mendonça Filho discursava na tribuna quando Renan teria cortado sua palavra. O deputado pernambucano, mesmo com o gesto negativo, continuou falando e começou a gritar com os microfones cortados dizendo que o presidente do Senado representava a vergonha do Congresso.

Sem poder ter seu discurso projetado, Mendonça deixou a tribuna e seguiu para a Mesa Diretora, onde Renan coordenava os trabalhos. Neste momento, Mendonça cercou o presidente do Senado com o dedo em riste.
Parlamentares da oposição gritavam “você não vai calar ninguém!”. Renan respondeu ao pernambucano que aquela não era uma postura permitida pela democracia e mandou o mesmo se calar.

O cenário de troca de farpas no Congresso aconteceu durante a sessão do Congresso em que os deputados e senadores se reuniram para discutir o projeto de lei que autoriza o governo federal a descumprir a meta de economia para o pagamento da dívida pública em 2014 (superavit primário). 

Estadão / Diário de Pernambuco 





Postagem anterior
Próxima