31 de janeiro de 2015

Adolescente capota carro a 180km/h e, em vez de pedir ajuda, tira selfies

As selfies parecem não ter limites. O caso bizarro dessa vez ocorreu na BR-364, no Paraná, no último domingo, quando Amanda Machado, 17 anos, decidiu tirar fotos enquanto passeava em um Fiat Strada com um amigo identificado como Maurício Cruz, 24. A primeira imagem, publicadas no Snapchat, mostra a menina dentro do carro com Maurício. Logo em seguida, ela publicou uma foto do velocímetro do automóvel que mostrava a velocidade de 180km/h. No entanto, a imprudência do amigo que dirigia alcoolizado fez com o carro capotasse.

Em vez de ligar e pedir ajuda à polícia ou ao Corpo de Bombeiros, Amanda decide tirar selfies de dentro do carro. A terceira foto aparece com a legenda "Socorrooooo" e a última imagem mostra a garota coberta de sangue com o título "Capoto o carrroooo" (sic). O caso foi registrado pela polícia do Paraná, que diz que nenhum dos dois têm carteira de motorista. Amanda teve apenas ferimentos leves e Maurício quebrou um braço.

Neuróticos por selfie

Segundo o estudo realizado com 1.446 pessoas em todo o país, 90% dos brasileiros tiram selfies, sendo que 58% o fazem pelo menos uma vez por semana. E ainda há 12% que não consegue ficar um dia sequer sem captar o autorretrato digital.

Em relação ao tipo de selfie - sim, hoje em dia tem vários - 72% dos entrevistados preferem incluir familiares ou amigos na foto, o que a consultoria apelidou de “wefie”, enquanto 34% usam dão foco a paisagem na qual estão inseridos e 22% tiram a foto apenas para mostrar onde estão.


Diário de Pernambuco

Postagem anterior
Próxima