9 de fevereiro de 2015

Paulo Câmara vai ao velório de vítimas da chacina

Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) acompanhou o velório das quatro vítimas da chacina em Poção, Agreste, neste domingo (8). Com o secretário Alessandro Carvalho, da pasta de Defesa Social, o gestor cumprimentou as famílias. Uma multidão acompanhou o momento, desde o Centro Catequético até o sepultamento, no cemitério local. Também estiveram na cidade o secretário Isaltino Nascimento, de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, e conselheiros tutelares do estado e da Paraíba.

À ocasião, Câmara falou que três equipes de polícia estão à frente das investigações, em vez de quatro, como dito anteriormente. O delegado Darley Timóteo houve uma adequação à nova realidade. “A gente está é agregando outras pessoas, outros policiais. Na verdade, no primeiro dia, primeiro momento, os profissionais da região foram para lá. O governador falou em três equipes porque houve um redimensionamento de forças, porque a gente está aprimorando. Não adianta ter cinco ou seis equipes, mas sem estar se movimentando”, declarou.

Timóteo informou ainda que ele e o delegado regional Eronildo Rodolfo de Farias, de Belo Jardim, estão coordenando o caso, enquanto o chefe de polícia Erik Lessa continua à frente dos procedimentos. A Polícia Civil informou que o inquérito está sob sigilo para não comprometer as investigações e que não divulgará informações sobre o caso

O prefeito do município decretou luto oficial de sete dias. A ministra Ideli Salvatti divulgou nota de pesar na página da Secretaria de Direitos Humanos lamentando as mortes.

Entenda o caso

Três conselheiros tutelares e uma mulher de 62 anos foram mortos em uma chacina na noite desta sexta-feira (6) em Poção, a 240 km de Recife. As vítimas estavam em um carro do Conselho Tutelar do município junto a uma menina de 3 anos, única sobrevivente do crime. Eles vinham da casa da avó paterna da criança, situada em Arcoverde, no Sertão, a cerca de 70 km de Poção. (G1-PE)

Postagem anterior
Próxima