quarta-feira, dezembro 09, 2015

Secretaria de Saúde realiza mutirões de combate ao Aedes Aegypti

Para prevenir o aumento de doenças provocadas pelo mosquito Aedes Aegypti, como a dengue, febre chikungunya e infecção do zika vírus, a Secretaria de Saúde de Surubim tem intensificado as ações de combate ao vetor nos bairros e comunidades da zona rural.

Cerca de 60 profissionais participam dos mutirões, entre eles agentes de combate à endemias, agentes comunitários de saúde e enfermeiros. Em cada local visitado pela equipe, são realizadas a verificação de reservatórios de água que possam servir de focos do mosquito, aplicação de larvicida, entrega de panfletos com orientações sobre prevenção das doenças e distribuição de peixes lesbite (conhecido popularmente como “guarus”) que se alimenta das larvas do inseto.

Na vizinha cidade de Riacho das Almas, a distribuição de peixes contribuiu para a redução do índice de infestação pelo mosquito, segundo a Secretaria de Saúde daquele município. Os peixes foram utilizados pela primeira vez em julho deste ano e de acordo com o Levantamento Rápido de Índices para Aedes Aegypti (LIRAa), houve uma queda de 7.9% para 1,9% no indicador. Outras cidades que já adotaram a medida, foram Caruaru (PE) e Uberlândia (MG).

Os mutirões já foram realizados no bairro São Sebastião e nas localidades de Lagoa Nova, Doquinhas, Gancho do Galo e Chã do Marinheiro.

“Os mutirões tem o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância de cuidar dos seus reservatórios e possíveis locais de focos da doença como garrafas, pneus e jarros, por exemplo. O combate ao mosquito é responsabilidade de todos”, afirma o secretário de Saúde Izaldo Andrade.

Na próxima semana a mobilização acontecerá na Bela Vista.