13 de maio de 2016

Nascida no século XIX, mulher mais velha do mundo morre nos EUA

Dona do título do Livro dos Recordes de mulher mais velha do mundo, a norte-americana Susannah Mushatt Jones morreu, aos 116 anos, em Nova York, na quinta-feira (12). O posto agora passa a ser da italiana Emma Morano, única pessoa ainda viva nascida no século XIX.

Susannah, que praticamente já não escutava nem enxergava mais, morreu na casa de repouso onde vivia há 30 anos, em Nova York. Nascida em 1899, ela assumiu o posto de mais idosa do mundo após a morte da japonesa Misao Okawa, aos 117 anos, em 2015.
Jones tornou-se a mulher mais velha do mundo em 2015, após a morte da japonesa Misao Okawa
A nova mulher mais velha do mundo nasceu meses depois de Susannah e também tem 116 anos. Emma Martina Luigia Morano vive em Pallanza e é a única pessoa do mundo que nasceu no século XIX.

Postagem anterior
Próxima