9 de junho de 2016

Repórter de afiliada da Record vai cobrir assassinato e acaba preso ao vivo

Na última segunda-feira (06), enquanto realizava a cobertura de um assassinato dentro de uma borracharia, o repórter Sandoval Siqueira, do programa “Tolerância Zero”, da TV Atalaia, afiliada da Record em Sergipe, foi preso ao vivo.
A polícia apreendeu do jornalista a máquina fotográfica que ele utilizava e deu voz de prisão por desacato, alegando que Sandoval não respeitou a área do crime que estava isolada.
Depois de ser algemado durante a ação, Siqueira foi levado até à delegacia, prestou depoimento e acabou sendo liberado, tendo o equipamento de trabalho devolvido.
No mesmo programa, em maio de 2015, outra situação bizarra deu o que falar. O repórter Jurandir Araújo foi entrevistar um menor de idade que estava caído no chão depois de ser baleado pela polícia,mas não percebeu que o rapaz havia entrado em óbito.
“Por incrível que pareça, eu vou entrevistar um cara que já está morto (risos). Ele está. Ele morreu aqui agora”, relatou Jurandir ao perceber a gafe cometida.
Fonte: RD1

Postagem anterior
Próxima