25 de julho de 2017

Professores ocupam prefeitura do Recife pedindo cumprimento do piso salarial

Professores da rede municipal de ensino ocupam desde o início da tarde desta segunda-feira (24) o 9º andar da sede da prefeitura do Recife, na área central da cidade. É neste andar que fica o gabinete do prefeito Geraldo Julio. De acordo a diretora do Sindicato Municipal dos Profissionais de Ensino da Rede Oficial de Ensino do Recife (Simpere), Cláudia Ribeiro, a ocupação foi decidida na última assembleia da categoria. Os trabalhadores pedem cumprimento do piso salarial e melhores condições de trabalho nas escolas. 

Após o fim do expediente na prefeitura, os professores se recusaram a desocupar o prédio e ficaram no nono andar. De acordo com a Secretaria de Educação, a porta que dá acesso às salas dos funcionários e ao gabinete foi trancada, mas eles têm acesso aos dois elevadores e à escada, podendo deixar o local. 


Além de estarem no escuro, os professores reclamam que estão sem acesso à água, comida e banheiro e pedem uma negociação direta com o prefeito. “Eles querem que a gente saia daqui sem ao menos uma negociação. Estamos nessas condições desumanas, mas vamos resistir”, afirmou a presidente do Simpere, Simone Fontana.

Cláudia Ribeiro explicou o motivo da ocupação. "Além de não recebermos o aumento referente ao piso, que já foi determinado pelo Ministério da Educação em janeiro deste ano, a infraestrutura das escolas é precária, basta ver esse último escândalo do fornecimento de comida estragada às escolas”, disse.

Até as 23h40 os manifestantes continuavam no edifício. Segundo a direção do Simpere, há cerca de 30 pessoas e não há previsão de desocupação. A categoria já está convocando pelas redes sociais uma mobilização no local para esta terça-feira (25), a partir das 8h.

Em nota, as secretarias de Governo e Participação Social e de Educação informaram que mantiveram diálogo, durante a tarde desta segunda, com os componentes do Simpere e que as negociações da campanha salarial de 2017 estão em andamento normal. Segundo a gestão, uma reunião da mesa geral de negociação salarial foi realizada na última quinta (20) e outra está marcada para a próxima quinta-feira (27).

A Prefeitura do Recife disse que medidas vêm sendo adotadas, desde 2013, no sentido de valorizar o corpo docente do município, como a implementação da aula atividade, distribuição de mais cinco mil modems, formação continuada de mais de cinco mil profissionais a cada mês, implementação de lei que possibilita a ampliação de carga horária de Técnicos Pedagógicos, contratação de 1.366 professores concursados e investimentos em cursos pós-graduações para professores da rede. 

A Prefeitura também informou que pagou os percentuais de aumento para os professores da rede municipal de ensino, respeitando a Lei do Piso, valor estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC). 


Foto: Arthur de Souza/ Folha de Pernambuco

Postagem anterior
Próxima