Pernambuco tem média de 15,37 mortes por dia

A prisão e retirada de circulação de 226 homicidas das ruas de Pernambuco no último mês refletiu nas estatísticas de assassinatos, mas números oscilam desde abril deste ano. Dados divulgados pela Secretaria de Defesa Social (SDS) nesta sexta-feira (15) mostram que ocorreram 413 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) em todo o Estado em agosto, o que é destacado pela pasta como menor em um comparativo feito com julho deste ano, quando ocorreram 447 homicídios. Quando se leva em consideração os demais meses e os anos anteriores, no entanto, percebe-se que ainda é longo o caminho a percorrer para a redução da criminalidade.

Até 31 de agosto deste ano, foram contabilizados 3.735 assassinatos, número 34,89% maior do que o registrado no mesmo período de 2016. Uma média de 15,37 mortes por dia. Se não conseguir uma diminuição brusca, o Estado irá ultrapassar, ainda em outubro, o número de homicídios obtido em todo o ano de 2016 (4.634). 

Apesar dos esforços, a primeira queda estatística obtida pelas equipes de segurança este ano veio em maio, quando ocorreram 57 assassinatos a menos em um comparativo com abril. Em junho, a SDS alcançou uma nova diminuição. Foram 77 homicídios a menos em comparação com maio. No mês seguinte, no entanto, os números voltaram a crescer, com 67 CVLI a mais, tendo uma nova redução em 34 assassinatos em agosto.

Por meio de nota, o secretário Antonio de Pádua afirmou que as polícias estão trabalhando de forma integrada e produzindo intensamente, "fazendo a sua parte". Ele destacou a queda como o resultado da ampliação da ostensividade, com ajustes operacionais e operações de repressão qualificada.

Se não conseguir uma diminuição brusca, o Estado irá ultrapassar, ainda em outubro, o número de homicídios obtido em todo o ano de 2016

Crise da segurança
Em uma busca no número de CVLI por ano, é nítida a queda nos índices de criminalidade a partir de 2007 e o retorno a números altos a partir de 2014, ano em que o ex-governador Eduardo Campos deixou o Executivo Estadual para candidatar-se à Presidência da República.
Com 551 assassinatos, março passou a ser o mais violento dos últimos dez anos, atrás apenas de abril (514), fevereiro (496), janeiro (477) e dezembro do ano passado (472). A última vez que um número tão alto havia sido contabilizado foi em janeiro de 2007, quando houve 459 assassinatos e o Pacto Pela Vida (PPV) ainda não havia sido lançado.

Em uma busca no número de CVLI por ano, é nítida a queda nos índices de criminalidade a partir de 2007 e o retorno a números altos a partir de 2014

Crimes contra o patrimônio
Os dados divulgados no boletim da SDS mostram uma queda nos crimes contra o patrimônio, que englobam assaltos a transeuntes, roubos a ônibus e bancos, entre outros. Foram contabilizados 10.206 crimes dessa natureza, contra 10.675 no mês anterior, uma diminuição de 4,39%. Em relação a janeiro, quando foram 11.351 crimes deste tipo, a queda chega a 11,21%.
 Folha de Pernambuco 


Nenhum comentário

Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do Blog iSurubim. A responsabilidade é do autor da mensagem.

Tecnologia do Blogger.