5 de outubro de 2017

22° batalhão não recebe novos policias. Leitor do blog questiona.

Postagem opinativa enviada por um leitor do blog que pediu para não ser identificado.

O assunto talvez já esteja batido demais para a pauta, porém nunca deve ser descartado pela dimensão que representa sobretudo para o cidadão: o combate à violência no Estado e no nosso município. 

No último dia 02 de outubro de 2017 foi publicado pela polícia militar a relação de distribuição dos 1500 (hum mil quinhentos) soldados recém formados, os quais foram apresentados pelo governo do Estado como um importante reforço para a segurança de nossa sociedade. Observando atentamente a referida listagem, há de se observar que o 22º Batalhão, com sede em Surubim-PE, não figura na lista dos contemplados com reforço policial. 


O Fato chama a atenção, sobretudo porque, somente no primeiro semestre deste ano, o município realizou um Fórum de Segurança Pública, uma Audiência Pública, assistiu a trágica morte de um sargento da Polícia Militar, além de ter vivido momentos de intensa violência com assaltos, arrombamentos, suscitando muitas reclamações nas redes sociais e exigindo das autoridades local ações capazes de solucionar este problema que dentre outros fatores de deve pela escassez de policiamento na região. 

Tomamos conhecimento de que o 22º BPM dispõe hoje de aproximadamente 200 policiais para guarnecer uma área que abarca 8 (oito) cidades, incluindo-se aí aqueles que fazem o serviço burocrático, cuja atuação, é precipuamente voltada para o âmbito interno da corporação. 

Diante desta informação chega a ser um tanto revoltante que os apelos e mobilizações não tenham sensibilizado o poder público local a ponto de diligenciar ao Governo do Estado, cuja gestão municipal pertence ao mesmo partido - PSB, a ponto de conseguir ao menos algumas dezenas de policiais para o Batalhão de Surubim. Outrossim, vale destacar que o município elegeu dois “filhos” da terra, um para Deputado Estadual e outro Deputado Federal, também pela legenda do atual Governo do Estado. 

Ao que nos parece esta foi mais uma bola fora da atual gestão, pois poderia ter demonstrado força política e boa vontade em buscar soluções para um dos principais problemas sociais da nossa população: a falta de segurança. Fica aqui o nosso registro e o nosso protesto, para que ações concretas sejam apresentadas e não apenas se limitem a ficar fazendo reuniõezinhas a portas fechadas para fazer de conta que estão buscando solução para a segurança do município. 

O povo de Surubim merece uma explicação, seja de seus deputados, seja do Governo do Estado, seja lá de quem for, mas precisamos compreender porque nossa força pública diminui a cada dia e pouca coisa tem sido feita para garantir a nossa segurança. 

O 22º BPM hoje tem um efetivo policial inferior ao que tinha há 10 (dez) anos atrás quando era apenas uma companhia de polícia subordinada ao 4º Batalhão de Caruaru-PE, por isso, as nossas autoridades públicas precisam levar mais a sério esta temática antes que o crime tome conta da nossa cidade definitivamente, aí sim, não haverá exército que consiga trazer a paz de volta, o Rio de Janeiro está aí para servir de exemplo. 

Fica aqui o meu apelo e protesto e o agradecimento ao site/blog, pelo espaço aberto à população para se manifestar.

Você tem alguma matéria ou opinião que deseja publicar aqui? Envie para o nosso blog: isurubim@hotmail.com 

Postagem anterior
Próxima